A segurança vive tempos conturbados e de mudanças, onde no cenário atual é uma das principais protagonistas. A segurança não vem acompanhando como deveria, as mudanças das coisas do dia-a-dia que passam por processos de inovação, automação e otimização.

A segurança terá que se integrar a estes novos conceitos e processos que antes eram do futuro, mas que a cada dia que passa acabam se transformando em passado.

Os problemas da segurança patrimonial são variados e a cada via vão-se desdobrando, pedindo novas alternativas. A segurança patrimonial não deve mais ser enfocada de forma estanque. Deve sim acompanhar as tendências mundiais de integração para prevenir e não mais remediar.

De há muito, a segurança deixou de ser um mero requisito de conforto e se tornou uma imperiosa ferramenta para otimização da gestão do dia-a-dia.