nov 24, 2017 / Pentagono Segurança

Mercado econômico: como investir com segurança?

0

Quando se trata de investir no mercado econômico, uma das grandes preocupações é a segurança. Afinal, investir também é lidar com riscos, uma vez que a macroeconomia apresenta variações consideráveis, especialmente neste momento de turbulência pelo qual o Brasil está passando.

Sobre isso vamos refletir neste artigo. Você vai ver algumas dicas de especialistas no assunto para lidar com os altos e baixos da economia e fazer investimentos com segurança e obter os rendimentos esperados. Continue lendo para entender!

Pentágono

Três fatores que influenciam nos investimentos com segurança no mercado econômico

Também conhecido como mercado financeiro, o mercado econômico tem, ao menos, três aspectos que precisam ser considerados pelos investidores. São eles:

  • Liquidez: a velocidade com que o investidor pode resgatar seus investimentos e transformá-los em dinheiro disponível para uso;

  • Segurança: as variáveis de risco que os investidores estão dispostos a correr ao realizar seus investimentos;

  • Rentabilidade: o retorno que um determinado investimento pode oferecer a quem realizá-lo.

Um dos grandes erros de quem não está muito habituado ao mercado econômico é agir olhando apenas para a rentabilidade dos investimentos. Isso pode levar a uma falha muito comum: não planejar a necessidade de liquidez e fazer investimentos somente em produtos financeiros com rentabilidade superior a dois anos, por exemplo.

Quando isso acontece, normalmente o investidor se vê sem dinheiro disponível e acaba recorrendo à busca de crédito, o que acaba ocasionando a perda dos rendimentos já projetados (para pagar taxas de juros).

A ampliação do leque de investimentos é sempre recomendada

Dez em cada dez especialistas em mercado econômico recomendam fazer apostas em um leque grande de investimentos. Assim, apesar dos riscos, aumenta suas chances de obter retornos positivos, mesmo que em algum investimento haja prejuízo, por exemplo.

Um outro ponto é que é interessante intercalar entre investimentos de renda fixa (aquele que já se sabe de antemão o quanto vai render em uma determinada data) e de renda variável, neste caso o melhor exemplo são os papéis do Tesouro Direto.

Começar a investir com cautela e buscar ajuda especializada: eis o segredo

Por fim, é interessante, para quem não está habituado a investir, começar com cautela. Não colocar todo o dinheiro disponível em um investimento, por exemplo. Como tudo relacionado às finanças, com o tempo ganha-se confiança e aprende-se lições que podem ser muito úteis para crescer gradativamente.

Também é altamente recomendado recorrer a ajuda especializada. Há no mercado inúmeras administradoras de carteiras de investimentos, além das instituições bancárias que podem auxiliar seus correntistas.

Especialistas em investimentos no mercado econômico podem, por exemplo, ajudar o investidor a encontrar seu perfil. Também podem “traduzir” os meandros do mercado e sanar dúvidas visando diminuir os riscos e trazer mais segurança na hora de investir.

E, logicamente, é importante buscar conhecimento sobre o mercado financeiro nacional e internacional, estar sempre a par das movimentações macro e microeconômicas para não gerar expectativas desmedidas ou incorrer em erros que podem comprometer o dinheiro e o tempo investidores.

Como estão seus investimentos no mercado econômico? Você se considera um investidor que age com total segurança? Deixe seu comentário!

Postado em: dicas
Comentários
Sem Comentários
Ainda não há comentários.