fev 16, 2018 / Pentagono Segurança

Como fazer o planejamento do seu negócio para 2018

0

Início de ano é o momento de fazer o planejamento que vai orientar os rumos do negócio. E 2018, ao que tudo indica, será um ano de bastante otimismo para muitos segmentos do mercado.

Como está o planejamento estratégico da sua empresa?

Neste artigo, resolvemos reunir algumas dicas para você focar em resultados e crescimento em 2018.

Confira!

A importância do planejamento estratégico anual

O planejamento estratégico é importante porque fornece um senso de direção e descreve metas mensuráveis. É uma ferramenta útil para orientar as decisões do dia a dia e também para avaliar o progresso e mudar as abordagens quando avançar.

Para aproveitar ao máximo o planejamento estratégico, sua empresa deve considerar cuidadosamente os objetivos e, em seguida, fazer backup desses objetivos com benchmarks realistas, bem pesquisados ​​e quantificáveis ​​para avaliação de resultados.

O processo de planejamento estratégico pode ser tão importante para uma organização quanto os resultados. Ele é especialmente valioso quando inclui funcionários em todos os departamentos e em todos os níveis de responsabilidade pensando em como suas atividades e responsabilidades se encaixam na imagem maior e sobre suas potenciais contribuições.

3 dicas para o planejamento estratégico de 2018 em sua empresa

Não existe uma maneira correta de criar um planejamento estratégico efetivo. O processo envolve “sentir” tanto quanto depende da ciência gerencial.

Uma vez que depende da criatividade e do pensamento externo, não existe uma maneira perfeita de projetar um plano estratégico vencedor.

Quanto mais você entender sua empresa, sua indústria e sua “lista de desejos” corporativa, melhor será o plano estratégico vencedor que você criará.

Uma dica é reunir as melhores cabeças do negócio para pensar juntos. E, em linhas gerais, este é o passo a passo a ser seguido:

1. Reveja a missão empresarial

O planejamento estratégico começa com a definição (ou a revisão ) da missão da empresa. É ela que sintetiza e destila a idéia global que liga as estratégias práticas, permitindo que gestores e funcionários alinhem as especificidades de suas ações e decisões com uma visão e direção claramente definidas.

Defina sua missão estratégica de forma suficientemente ampla para orientar os times, e estreita o suficiente para concentrar seus esforços.

Por exemplo: “Ajudar a humanidade”, é uma missão muito ampla, mesmo para uma organização sem fins lucrativos. “Alimentar os famintos conectando os jardineiros com bancos de alimentos”, é uma missão que é geral e acionável.

2. Estabeleça objetivos ousados e mensuráveis

O processo de planejamento estratégico é expresso em metas mensuráveis. Objetivos mensuráveis ​​definem objetivos específicos e concretos expressos em termos de quantidades e cronogramas.

Objetivos mensuráveis ​​são importantes para uma organização porque permitem que os gerentes e funcionários avaliem o progresso e a evolução do ritmo.

“Crescer substancialmente nos próximos anos” não é um objetivo mensurável, mas “Aumentar as vendas em 30% durante o próximo ano” fornece um objetivo concreto a ser alcançado em um prazo específico.

3. Avalie o progresso

Os objetivos estratégicos são, necessariamente, baseados na melhor informação que você possui no momento e nas avaliações mais realistas do que sua empresa pode alcançar.

As organizações também se beneficiam da construção de um estágio no processo de planejamento estratégico que envolve a avaliação de metas e o progresso após um período de tempo.

Por exemplo, se você planeja aumentar seu em 20% durante o ano, mas um competidor formidável abre um novo canal de vendas, você provavelmente redefinirá seus objetivos e avaliará o progresso em termos de preservação do compartilhamento de mercado.

Em 2018, insira a segurança no seu planejamento estratégico

Por fim, um bom conselho para 2018 é inserir a questão da segurança (patrimonial e da informação) no planejamento estratégico de seu negócio.

Neste ano, no que diz respeito à segurança dos dados, as empresas deverão estar preparadas para lidar com fraudes cibernéticas ainda mais poderosas do que já vimos até aqui. Já no que tange à segurança patrimonial, é importante lidar com o aumento da criminalidade e também proporcionar um ambiente seguro aos colaboradores.

A união da segurança da informação e da segurança patrimonial deverá definir boa parte do sucesso das organizações bem-sucedidas em 2018.

Que tal, você gostou das nossas dicas para o planejamento de seu negócio em 2018? Deixe seu comentário!

Postado em: gestão
Comentários
Sem Comentários
Ainda não há comentários.