jan 16, 2018 / Pentagono Segurança

Gerenciamento de riscos: tudo o que você precisa saber

0

Todos os negócio estão inseridos em diversos contextos de risco. Por isso, o gerenciamento de riscos é um assunto muito importante, especialmente se pensarmos no contexto atual de extrema competitividade em que as empresas estão inseridas.

Neste artigo, vamos refletir um pouco sobre o conceito de gerenciamento de riscos que podem atrapalhar o desenvolvimento do seu empreendimento, bem como dar algumas dicas para lidar melhor com tais desafios.

Confira!

O que é gerenciamento de riscos?

De uma maneira bem prática, podemos definir o gerenciamento de riscos como o processo de identificação, avaliação e controle de ameaças ao capital e aos ganhos de uma organização. Essas ameaças ou riscos podem resultar de uma grande variedade de fontes, incluindo incerteza financeira, responsabilidades legais, erros de gerenciamento estratégico, acidentes, desastres naturais etc.

Os padrões de gerenciamento de riscos foram desenvolvidos por várias organizações internacionais, incluindo o Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia dos Estados Unidos e o  ISO.

Esses padrões são projetados para ajudar as organizações a identificar ameaças específicas, avaliar vulnerabilidades únicas para determinar seus riscos, identificar maneiras de reduzir esses riscos e, em seguida, implementar esforços de redução de acordo com a estratégia organizacional.

Os princípios ISO 31000, por exemplo, fornecem estruturas para melhorias no processo de gerenciamento de riscos que podem ser usadas pelas empresas, independentemente do tamanho da organização ou do setor alvo.

O ISO 31000 destina-se a “aumentar a probabilidade de alcançar objetivos, melhorar a identificação de oportunidades e ameaças e efetivamente alocar e usar recursos para tratamento de risco”, de acordo com o site da ISO.

Em suma, o gerenciamento de riscos é um trabalho preventivo que as empresas podem empregar para seus negócios como um todo e em pontos específicos. Por exemplo, gerenciar os riscos de segurança patrimonial ajuda a garantir que não haverão problemas como assaltos, roubos etc. Isso se dá pois a empresa está preparada, com os riscos devidamente mapeados e sempre monitorados.

Quais os principais riscos que uma empresa corre?

As empresas têm particularidades próprias, por isso, é possível que alguns riscos não sejam sentidas por todas elas. No entanto, há riscos comuns a todo e qualquer negócio.

Aqui estão os principais:

  • Desperdícios de insumos e recursos: é preciso acompanhar a forma com que os colaboradores utilizam o que a empresa dispõe para o dia a dia operacional, sempre evitando desperdícios;

  • Perda de ativos físicos e digitais: com a insegurança ganhando força no país, o patrimônio deve estar devidamente protegido; da mesma forma, os dados corporativos são ativos importantes, e eles são constantemente visados por criminosos virtuais prontos para encontrar brechas nos sistemas;

  • Prejuízos financeiros: de uma simples negociação até um custo não previsto, há muitas razões para que a empresa tenha perda de dinheiro; mapeá-los e trabalhar para evitá-los é fundamental;

  • Escassez de mão de obra especializada: manter uma equipe qualificada e produtiva também é um trabalho realizado dentro do gerenciamento de riscos; afinal, os melhores talentos estão o tempo todo sendo assediados por outras empresas;

  • Paralisação da inovação: com a concorrência cada dia mais acirrada, é importante que a empresa esteja sempre atenta às novas demandas do mercado, sob o risco de não inovar o suficiente para se manter competitiva;

  • Erros administrativos: errar em questões chave da gestão do negócio é um risco com sérias consequências. Ao tributar erroneamente, por exemplo, a empresa pode ser autuada pelos órgãos governamentais e pagar multas gigantes;

  • Ranhuras na reputação: há também as questões que envolvem a imagem corporativa. A reputação da marca deve estar sempre sendo monitorada e trabalhada, pois hoje em dia é muito fácil uma empresa ganhar uma má fama, e isso pode ser fatal.

Gerenciamento de riscos é algo para antes dos problemas acontecerem

Uma empresa que conta com um bom gerenciamento de riscos é aquela que se antecipa aos problemas; sabe exatamente quais são seus pontos fracos e busca trabalhá-los de forma preventiva.

Se o negócio não conta com um bom gerenciamento de riscos, vai sofrer consequências que podem variar conforme o tamanho do desafio, conforme a vulnerabilidade que possui e até conforme a tolerância do mercado em que está inserido.

Sua empresa conta com um bom gerenciamento de riscos? O que você achou da reflexão que trouxemos neste artigo? Deixe seu comentário!

Postado em: gestão
Comentários
Sem Comentários
Ainda não há comentários.