out 27, 2017 / Pentagono Segurança

O que seu estoque diz sobre sua empresa e seus resultados?

0

Você já parou para pensar de que forma o bom —  ou mal — gerenciamento de estoque pode influenciar nos resultados de sua empresa? Já refletiu sobre como é possível fazer para otimizar este processo e melhorar o desempenho do negócio?

Nós já, por isso trazemos até você essa reflexão. Continue lendo este artigo para entender o reflexo do estoque sobre os resultados da sua empresa!

A importância do gerenciamento de estoque

Para começar, vamos retomar rapidamente o conceito de gestão de estoques e a sua importância dentro do contexto corporativo.

Gestão ou gerenciamento de estoque refere-se, resumidamente, ao processo pelo qual a empresa trabalha para obter e preservar um sortimento adequado de bens, mantendo também o controle de todas as ordens, transporte e manuseio, e outros custos relacionados.

Principalmente, a gestão de estoque diz respeito à especificação do tamanho e colocação dos bens que se tem em estoque. Ela é importante para diversos departamentos dentro de uma instalação, a fim de proteger o curso planejado de produção contra a possibilidade de ficar sem materiais ou bens críticos, por exemplo.

Três pontos sintetizam a importância de gerenciar adequadamente os estoques:

  1. O gerenciamento de estoque ajuda na manutenção de um trade off entre custos de carregamento e custos de ordenação que resulta em minimizar o custo total do inventário;

  2. Facilita a manutenção de estoque adequado para a produção e operações de vendas;

  3. Evita o problema de falta ou excesso de mercadoria, o que resulta em perda de venda, no primeiro caso, ou, no segundo, dinheiro parado.

Como evitar problemas com o gerenciamento de estoque

Até aqui já deu para ter uma ideia do quanto a forma com que os estoques são controlados e administrados pode refletir nos resultados de um negócio. Vamos, adiante. Veja, a seguir, os principais erros que devem ser evitados neste processo:

Não subestime os inventários

Eis um erro fatal. Não ter um inventário do estoque mostra que a empresa não está controlando bem processos como produção, vendas e relacionamento com o cliente.

Sem fazer inventários periódicos, é impossível saber o que está disponível, planejar ações de vendas e negociar com fornecedores e clientes.

Evite fazer controles manuais

Com a popularidade da tecnologia, fazer controle de estoque em fichas de papel é inaceitável. Perde-se muito tempo fazendo anotações e cálculos, além de elevar os custos e os riscos de erros e retrabalhos. Isso pode muito bem ser feito de forma automatizada e sempre atualizada, com um software ou aplicativo.

Não faça aquisições de insumos ou produtos acima ou abaixo do necessário

Quando o pessoal de compras e de estoque não conversam, ou não têm ferramentas tecnológicas para fazer integrações de dados, é comum que a aquisição de insumos ou mercadorias não seja otimizada.

E isso resulta em excesso ou falta de itens essenciais para o dia a dia operacional. É fundamental, portanto, que esses dois times trabalhem de forma colaborativa.

Como otimizar o estoque e melhorar os resultados da sua empresa

Para finalizar, vamos a uma série de dicas para que o gerenciamento de estoque seja otimizado e os resultados do seu negócio se mantenham em alta:

  • Conte com uma equipe qualificada e em constante aprimoramento;

  • Informatize os controles e mantenha os dados sempre atualizados;

  • Integre compras, comercial e armazém (planeje as vendas e compras)

  • Mantenha os demais departamentos informados sobre os níveis de estoque;

  • Analise o comportamento de cada item (o que sai mais, o que deve ser adquirido ou fabricado com mais frequência etc.);

  • Tenha bom relacionamento com fornecedores;

  • Trabalhe para manter estoque mínimo.

Que tal, o que você achou dessas dicas? Como está o gerenciamento de estoque na sua empresa? Deixe seu comentário!

Postado em: gestão
Comentários
Sem Comentários
Ainda não há comentários.