dez 05, 2017 / pentagono

4 dicas para manter seu estoque seguro

0

O estoque é um item importante quando pensamos em gestão de segurança empresarial. Afinal, é nesta área que fica armazenada boa parte dos bens da organização. E as mercadorias devem estar bem protegidas.

Neste artigo, vamos refletir um pouco sobre o valor dos estoques e pensar em como torná-los efetivamente seguros. Acompanhe!

Pentágono Segurança

Qual o valor do estoque e como ele deve ser visto na estratégia de segurança empresarial?

O controle de estoque é, basicamente, o monitoramento e o gerenciando dos itens armazenados. Ele é fundamental para toda e qualquer empresa que armazena insumos ou mercadorias. E deve ser feito de forma estratégica, seguindo métodos e utilizando tecnologias eficientes.

Muitas empresas, porém, não levam em conta a questão da segurança de seus estoques. E isso é um erro, pois ao descuidar da segurança, é possível que roubos e extravios aconteçam.

E quando estamos falando em segurança, é importante ter em mente que tanto agentes internos (funcionários, fornecedores que circulam nesta área etc.) quanto externos (pessoas mal intencionadas) podem causar prejuízos. Daí a importância de ter mecanismos e práticas de segurança patrimonial que contemplem a área.

Para entender qual o valor do estoque da sua empresa, basta refletir em como a operação seria afetada se determinadas mercadorias simplesmente sumissem do armazém.

Dicas para manter o estoque da sua empresa em total segurança

Com isso em mente, vamos agora a algumas dicas para garantir total segurança nos estoques da sua empresa:

1. Crie uma política de segurança para o estoque

Para início de conversa, é importante que a empresa tenha uma série de regras de segurança empresarial voltada para os estoques.

Controlar as pessoas que podem circular nesta área, por exemplo, é fundamental. Da mesma forma, é importante ter o total controle de entrada e saída de mercadorias, bem como estabelecer quais são as pessoas responsáveis por garantir que nada será avariado ou extraviado na área.

2. Controle os acessos aos estoques

Estabelecer quem são as pessoas autorizadas a adentrar os estoques também pode evitar roubos.

Isso, além de estar bem descrito na política de segurança, deve ser garantido por mecanismos como controle através de crachás ou biometria.

Dessa forma, é possível ter maior controle e saber de quem cobrar quando algum problema de segurança acontecer.

3. Instale equipamentos de segurança no estoque

Com a política estabelecida e devidamente conhecida pelos profissionais envolvidos no processo de gestão de estoques, é importante pensar nos equipamentos de segurança.

Itens como câmeras e alarmes são fundamentais.

Certifique-se, contudo, que as pessoas tenham consciência de que estão sob monitoria destes equipamentos e garanta que somente os profissionais autorizados possam manipular esses equipamentos.

4. Contrate um bom serviço de vigilância

Ter um bom serviço de vigilância empresarial também pode fazer toda a diferença para garantir que os estoques estão seguros.

Este serviço pode ser realizado tanto por vigilantes presencialmente, quanto por monitoria à distância, através de câmeras, sensores e alarmes.

Cada empresa deve avaliar qual a melhor forma de estabelecer seu serviço de vigilância, levando em consideração fatores como: valor dos itens estocados, segurança da região, custos etc.

Como está sendo tratada a questão do estoque em sua estratégia de segurança empresarial? O que você achou dessas dicas? Deixe seu comentário!

Postado em: segurança
Comentários
Sem Comentários
Ainda não há comentários.